Categorias
Notícias

Compromisso da prefeitura com o meio ambiente?

O secretário Germano Bremm está na COP26, mas em Porto Alegre os ataques ao meio ambiente só aumentam

O secretário de meio ambiente do governo de Sebastião Melo (MDB), Germano Bremm, está participando da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 (COP26) que ocorre na Escócia, e afirmou que a prefeitura está comprometida com a diminuição de 50% dos gases do efeito estufa até 2030 e zerar até 2050. Na ocasião, apresentou um vídeo que falseia a realidade socioambiental da capital e omite as verdadeiras ações do governo que vão no sentido contrário desse propalado na Escócia.

Pra quem vive em Porto Alegre, a realidade é de uma prefeitura que não tem responsabilidade com o meio ambiente. No início da gestão, Melo sancionou a Lei N° 12.811 que cria a modalidade de Licenciamento Ambiental por Adesão e Compromisso (LAC), também conhecida como autolicenciamento. Uma afronta aos princípios básicos de precaução, dos ritos do licenciamento ambiental, do monitoramento e fiscalização.

Além disso, temos percebido um arboricídio em Porto Alegre, com o aumento absurdo no número de cortes e remoções de árvores pela cidade desde a gestão do Marchezan (PSDB), onde Germano Bremm também estava à frente da secretaria e foi mantido por Melo. Além de terceirizar serviços e reduzir o papel da tradicional Secretaria do Meio Ambiente, em clara ação de desmonte do órgão ambiental, inclusive com a troca de nomes (SMAM para SMAMUS), é notório como o secretário do meio ambiente tem operado como porta-voz de grandes empreendimentos imobiliários que vão trazer consequências ambientais e sociais para a cidade, visto a postura do mesmo nas ações cotidianas e nas audiências públicas que trataram das alterações urbanísticas na Fazenda do Arado e da construção das torres ao lado do estádio Beira Rio. Em relação ao último projeto, por exemplo, estamos há meses sem respostas ao pedido de informação a respeito dos estudos de impacto ambiental e de vizinhança.

Segue a carta das entidades ao prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, e ao secretário municipal de Meio Ambiente, Germano Bremm, manifestando “imensa preocupação pelo enfraquecimento da pauta e da gestão ambiental de Porto Alegre”:
Entidades denunciam desmonte da proteção ambiental em Porto Alegre
https://sul21.com.br/ultimas-noticias-geral-areazero-2/2021/02/entidades-denunciam-desmonte-da-protecao-ambiental-em-porto-alegre/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *